Dei o “match” com a família, e agora?

Várias pessoas vieram me perguntar como funciona sobre visto, se existe agência que trabalhe com isso ou não.

Infelizmente, não existe nenhuma agência que faça esse serviço, pois o Au Pair para brasileiros não é uma forma de trabalho regularizado pelo governo italiano… Mesmo sabendo disso, muitas pessoas (como eu) ainda se aventuram nesse país.

Mas Lê, se não é regularizado, de quais formas podemos ir? Existem três opções na verdade:

1.Ir como turista: para nós brasileiros, não precisamos aplicar para o visto de turista, somente apresentar nosso passaporte já é o suficiente.  Lembrando que nessa opção você pode permanecer na Itália somente por 90 dias! Junto a essa opção, é necessário ter o Seguro Saúde para a Europa com a duração do período de sua passagem.

Uma dica para quem for como turista, é pedir para a família fazer uma carta convite em eu nome. vou deixar uma foto de como foi a carta convite que eu fiz, no meu caso, meu vôo de conexão foi na Alemanha com destino a Itália, então coloquei em três línguas (português, alemão e italiano), mandei via e-mail para meu host dad, ele assinou e, reenviou para mim, junto com uma cópia de sua “Carta di Identita”.

exemplo.carta.convite

*Lembrando que ao chegar na Itália, você e o host que assinou a Carta Convite tem um período de 48 horas para ir até o Comune de sua cidade e aplicar para a “Dichiarazione di Ospitalità”, que é nada mais nada menos, do que o jeito formal da Carta Convite demonstrada acima.

*No dia do embarque junto com o Seguro Saúde, você deve ter no mínimo 150€ + um cartão de crédito internacional. (Este é um requisito, mas não é sempre que pedem na hora da imigração! No meu caso, não foi pedido nada, somente me perguntaram por quanto tempo eu ficaria na Itália e checaram em minhas passagens para confirmar se eu disse a verdade. Já, no caso de minha irmã, ela teve que mostrar a carta convite e o dinheiro!).

2.Ir com o visto de estudante (para quem pretende ficar mais de 90 dias): neste caso, você pode pedir ajuda a host family para encontrar um curso de italiano em sua cidade que seja reconhecido para aplicar para o visto de estudante. O curso deve ter uma duração mínima de 20 horas semanais!

Depois que encontrou a escola de língua e prosseguiu com o pagamento, deve ir até a a Embaixada ou Consulado Italiano de sua cidade, munida(o) do comprovante de pagamento fornecido pela escola, passaporte válido, carta convite, seguro saúde, comprovante de viagem de ida e volta compradas e comprovante de renda (para mostrar que pode se sustentar -se necessário- durante a estadia).

*Recomendo ligar com antecedência na Embaixada/Consulado e confirmar se todos esses documentos descritos acima estão 100% corretos.

Depois de aprovado seu visto e, quando você já estiver na Itália, dentro de um período de 8 dias, você e seu hostdad/mom que assinou a carta convite, devem ir até o Comune de sua cidade e aplicar para a sua residência. Para isso, no dia em que for, deve estar munido de: quatro fotos iguais em formato de passaporte, passaporte válido e sua cópia e, uma “Marca da Bollo” no valor de 16€.

*Recomendo pedir para sua host family ligar, ou você mandar e-mail para o comune, confirmando se ainda são somente esses documentos que eles pedem.

3.Ir como turista e assim que chegar na Itália aplicar para sua cidadania Italiana (para quem tem descendência): neste caso, como a primeira etapa é ir como turista, acima já tem detalhado o passo-a-passo a ser feito.

Ao chegar à sua host family na Itália, você e o host que assinou sua carta convite, devem ir até o Comune de sua cidade e aplicar para a “Dichiarazione di Ospitalità”. Quando estiver com a Dichiarazione em mãos, você deve aplicar para a “Dichiarazione de Presenza” para poder dar início ao seu processo de cidadania.

Para conseguir essa Dichiarazione, é só ir à Polizia di Stato de sua cidade munido deste documento e, do papel da Dichiarazione di Ospitalità. Depois de carimbado a Declaração de Presença, a família precisa te colocar como um residente em sua casa (isso é feito na Anagrafe de cada cidade). Feito isso, é hora de tirar o seu “Codice Fiscale” na Agenzia delle Entrate e, agora finalmente, é hora de ir ao setor do “Ufficio Cittadinanza” de seu Comune e munido de todos os documentos necessários e, dar entrada no processo de Cittadinanza Italiana Jures Sanguinis!

Relembrando, que esta 3. opção, foi a realizada por mim, tudo descrito aqui foi os passos que eu fui recomendada a seguir e, deram super certo! E também que, como durante o processo de cidadania não é permitido trabalhar, desde o começo sua host family precisa estar ciente e ser a favor de que ninguém pode saber que trabalha como Au Pair!

Se você realizar todos os passos da 3. opção ANTES de completar o seu primeiro mês de estadia na Itália, NÃO é necessário aplicar para o “Permesso de Soggiorno”. Caso você não consiga realizar tudo isso em menos de um mês, recomendo que você entre no site da MINHA SAGA, que o Fabio é o cara certo para dar as melhores informações e explicações sobre cada tipo de Dichiarazione, Permesso e, documentos necessários de antenatos e afins…

Espero que este post tenha esclarecido um pouco de suas dúvidas! Próximo post falarei melhor sobre a vida de uma Au Pair na Itália: pagamento, folgas, tarefas… Fiquem de olho!

 

Baci baci smallpinkheart

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: